UMA SAFRA REPLETA DE PROMESSAS

Este ano a temporada de maçãs francesas deve levar a uma safra de excelência e de alta qualidade. As condições climáticas – tanto chuva como sol – ao longo do período de produção da fruta foram muito favoráveis, ​​resultando em uma colheita um pouco mais precoce. Mesmo com uma queda de 13% em relação à abundante colheita do ano passado – reflexo de uma colheita europeia também inferior em relação aos anos anteriores com 10,7 milhões de toneladas –, a safra traz boas perspectivas de qualidade para o mercado internacional.

Segundo previsões da ANPP (em português, Associação Nacional de maçãs e Peras) a produção deve chegar a 1,431 milhão de toneladas, uma colheita mais modesta que a do ano passado, mas muito promissora tanto do ponto de vista qualitativo (bons calibres, polpa firme e boa coloração) quanto do ponto de vista gustativo (muito sabor, aroma, doçura) características bem adaptadas ao paladar do consumidor brasileiro.

A PRODUÇÃO FRANCESA, BIODIVERSIDADE E ECO RESPONSABILIDADE

A França posiciona-se como terceiro maior produtor de maçãs da Europa, com uma produção essencialmente na região Sudoeste, no Val du Loire, na Provence e nos Alpes.

A maçã francesa se destaca pela qualidade e excelência dos seus métodos de produção que respeitam o meio ambiente e a biodiversidade afim de assegurar uma produção de qualidade superior ​​com frutas saudáveis aos consumidores (atualmente, 65% dos pomares possuem o selo de Pomares Eco responsáveis) – respeitando as novas tendências seguidas pelos consumidores tanto na Europa quanto no Brasil.

UMA CAMPANHA NO BRASIL MOSTRANDO QUALIDADE E DIVERSIDADE DE VARIEDADES

Pelo terceiro ano consecutivo a campanha de promoção “Maçãs francesas – tão… crocantes!”, volta ao Brasil. Promovida pela INTERFEL (Interprofissão de Frutas e Legumes Frescos) a campanha tem como intuito aumentar a notoriedade e atratividade das maçãs francesas, destacando o savoir-faire francês na produção de frutas de alta qualidade gustativa, bem como suas variedades ainda pouco conhecidas pelos consumidores brasileiros.

Este ano o programa de promoção foi adaptado para respeitar as novas tendências de consumo geradas pelo confinamento bem como os protocolos de higiene e segurança. Através de um mix de ações promocionais incluindo a apple bike, ação de sensibilização de profissionais do trade e influenciadores nas redes sociais e mais de 180 dias de animações realizadas a partir de novembro em redes de supermercados selecionados em todo o Brasil, a campanha levará ao público consumidor a alegria de re (descobrir) a diversidade excepcional de sabores e texturas das Maçãs Francesas. Variedades como a Gala, a Granny, a Fuji, a Golden, a Pink Lady, a Ariane ou a ainda a Kissabel deverão voltar ao mercado brasileiro este ano, além de outras a descobrir.

Para mais informações:
Sopexa | Renata Rodrigues
[email protected]
Tel. (11) 4508 8465

Sobre a INTERFEL

Criada em 1976, a Interfel – Interprofissão de frutas e legumes frescos é um organismo nacional francês que reúne um conjunto de atividades relacionadas e profissionais do setor de frutas e legumes frescos.

Tem como missão Incentivar o consumo da fruta afim de promover a sazonalidade e uma grande variedade de frutas e legumes frescos; Promover o diálogo entre os profissionais do setor;
Desenvolver mercados para melhor adaptar a oferta de frutas e legumes frescos de acordo com a demanda; Inovar afim de aumentar o acesso das frutas e legumes frescos, de acordo com os novos padrões de consumo e expectativas da sociedade.

www.lesfruitsetlegumesfrais.com